O Homem do Futuro

Venho hoje sugerir um filme que vi há algumas horas atrás e achei muito bom! O Homem do Futuro, um filme brasileiro de 2011 protagonizado por Wagner Moura e Alinne Moraes. É uma comédia romântica com ficção científica que, apesar de não ser muito original, é ótima pra passar o tempo.

Zero (Wagner Moura) é um cientista genial, porém arrogante e infeliz. Prestes a ser demitido, ele resolve por em prática um novo invento: um acelerador de partículas. O experimento fracassa, mas acidentalmente ele volta no tempo e tem uma nova chance com Helena (Alinne Moraes), uma mulher que renegou e humilhou o cientista anos antes desta viagem.

O filme apresenta um elenco sensacional e mais uma trilha sonora perfeita, com Tempo Perdido (Legião Urbana) como música central, além de incluir Ultraje à Rigor, Radiohead, R.E.M… Rendeu boas gargalhadas e emoção da minha parte. Não é aquele filme brasileiro apelativo que costumamos ver, sendo um dos motivos a mais por eu ter gostado.

Elenco:

– Wagner Moura como Zero/ João
– Alinne Moraes como Helena
– Maria Luiza Mendonça como Sandra
– Gabriel Braga Nunes como Ricardo
– Fernando Ceylão como Otávio

Trailer: 

É isso. Bom filme!

Unhas decoradas

Unhas da semana. Para ver mais unhas vocês podem visitar a página By Nadja Freire, que é quem faz as unhas, ou olhar nos posts antigos. A última foi minha favorita, e a de  vocês? Então aí estão:

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Por: Carolina Alves.

Unhas decoradas

Desculpe a demora pelas unhas, mas sem fotos não podia postar. Não esqueçam de visitar a página no facebook By Nadja Freire, da moça que faz essas unhas tão bonitas! Então vamos lá.

ImagemImagemImagemImagem

Por: Carolina Alves

Para passar o tempo 6

Olá, leitores! Nesses tempos tenho lido livros mais famosinhos, e por isso esses posts meio previsíveis… Enfim, vou falar de um livro que achei particulamente interessante, apesar da autora (preconceito da minha parte, admito): A Hospedeira, de Stephanie Meyer (Saga Crepúsculo, é).

Peguei o livro emprestado com uma amiga, porque não tinha nada novo em casa e precisava de algo diferente pra ler durante o recesso entre o Natal e o Ano Novo, sem muito compromisso. Enrolei muito no começo, achei meio chatinho, mas depois de continuar tentando encontrar alguma coisa melhor na história, achei. Em umas 100 páginas, o enredo se torna mais surpreendente, com mais suspense, e a partir daí, você não consegue largar o livro! Começam a surgir novas emoções que acabam te fazendo se identificar com a personagem várias vezes.

Além disso tudo, o livro claramente critica a vida dos humanos, como somos cruéis e nos leva a pensar que a invasão das almas (alienígenas), boas e pacíficas poderia levar a Terra a melhorar.

Sinopse: Nosso planeta foi dominado por um inimigo que não pode ser detectado. Os humanos se tornaram hospedeiros dos invasores: suas mentes são extraídas, enquanto seus corpos permanecem intactos e prosseguem suas vidas aparentemente sem alteração. A maior parte da humanidade sucumbiu a tal processo. Quando Melanie, um dos humanos “selvagens” que ainda restam, é capturada, ela tem certeza de que será seu fim. Peregrina, a “alma” invasora designada para o corpo de Melanie, foi alertada sobre os desafios de viver dentro de um ser humano: as emoções irresistíveis, o excesso de sensações, a persistência das lembranças e das memórias vívidas. Mas há uma dificuldade que Peregrina não esperava: a antiga ocupante de seu corpo se recusa a desistir da posse de sua mente. Peregrina investiga os pensamentos de Melanie com o objetivo de descobrir o paradeiro dos remanescentes da resistência humana. Entretanto, Melanie ocupa a mente de sua invasora com visões do homem que ama: Jared, que continua a viver escondido. Incapaz de se separar dos desejos de seu corpo, Peregrina começa a se sentir intensamente atraída por alguém a quem foi submetida por uma espécie de exposição forçada. Quando os acontecimentos fazem de Melanie e Peregrina improváveis aliadas, elas partem em uma busca incerta e perigosa do homem que ambas amam.

Deu pra ver que é um livro de ficção científica com um romance (mais de um!) envolvido. Além de ter uma pitada de suspense também. Está pra estrear o filme em março desse ano, e estou ansiosa pra ver mesmo que não concorde com os atores, haha.

Eu queria mais deixar a minha crítica e a sugestão, em vez de detalhar mais o livro pra vocês.
Recomendo, é uma boa leitura (:

Beijos.

“Feliz e triste, cheia de alegria e aflição, segura e medrosa, amada e renegada, paciente e zangada, pacífica e arredia, completa e vazia… tudo isso. Eu sentiria tudo. Tudo isso seria meu.”
Peregrina

Para passar o tempo 5

Alguns livros você lê por diversão. Outros, você lê porque é obrigado (palhaçada!). Alguns, você lê por indicação de um amigo… Mas seja como for, sempre no meio de todas essas possibilidades vai haver um livro que te marcará. Esses dias li um livro, acho que existem mais 5, que foi esse tipo de livro, então resolvi compartilhar com vocês. Irmão Lobo. Um dos melhores livros que li.

“Irmão Lobo é o primeiro livro das Crônicas das trevas antigas, que contam as aventuras de Torak na Floresta e seus arredores e seus feitos para subjugar os Devoradores de Almas. Se você pudesse voltar ao mundo de Torak, acharia uma parte dele surpreendentemente familiar e outra parte completamente estranha. Você teria recuado seis mil anos no tempo, para uma época quando a floresta cobria todo o noroeste da Europa. As pessoas do mundo de Torak pareceriam exatamente como eu e você, mas seu modo de vida o surpreenderia por ser tão diferente.”

História simples, bem desenvolvida e aparentemente comum. Mas ao final da leitura, você quer ler novamente, impossível dizer que foi só mais um livro normal.

Imagem

Também quero compartilhar outro livro que faz parte dos meus favoritos. A Filha do Silêncio.

Na Itália, um crime o qual muitas pessoas soterraram, foi a razão de dezesseis anos mais tarde um outro crime ser cometido. Uma jovem traumatizada, uma arma, e tudo à luz do dia. A assassina vai a julgamento. Um caso que parece perdido para todos, é entregue a um advogado que quer provar seu valor para o pai de sua esposa. Contra todas as chances, ele se empenha em ganhar e ajudar sua cliente. No decorrer da história são acrescentados os  dramas pessoais do advogado, de sua cliente, e a história é fascinante. Se você gosta desse tipo de livro, com certeza vai adorar A Filha do Silêncio.

“A nobre vingança é filha de profundo silêncio.”

Imagem

Por: Carolina Alves.

Unhas decoradas.

Boa tarde. Unhas da semana, feitas por Nadja Freire. Não esqueçam de conferir mais do seu trabalho, pela página do facebook By Nadja Freire! Também não esqueçam, que para manter as unhas saudáveis é sempre bom deixar que respirem por um dia, sem esmalte nenhum, antes de pintar novamente.

ImagemImagemImagemImagem

Por: Carolina Alves.

 

Quem quer ser um milionário?

Se existe uma única palavra para descrever esse filme, adaptado do livro Q & A do diplomata e autor indiano Vikas Swarup, eu não a conheço. Sinceramente, foi o melhor e o pior filme que já vi em toda minha vida. O filme se passa na Índia, e conta a história de Jamal Malik, que participa da versão indiana do programa Quem Quer Ser um Milionário?, e surpreende a todas as pessoas que assistem ao programa, por aparentemente saber todas as respostas. O apresentador do programa chama o intervalo, quando Jamal não sabe uma das respostas, e escreve no espelho do banheiro a alternativa B, mas Jamal usa a alternativa D, deixando o apresentador certo de que ele trapaceou, chamando assim a polícia para investigá-lo.

Esperando provar sua inocência, Jamal conta sua história de vida para a polícia. Todo o drama de sua infância, sua história com seu irmão de caráter duvidoso, que escolhe todos os caminhos errados que aparecem pela frente, e sobre Latika, seu amor perdido. Depois de convencer a polícia, Jamal é liberado e volta ao jogo. Apenas uma última pergunta para o grande prêmio. Uma pergunta que Jamal nunca soube a resposta. Ele então opta pela ajuda, ligar para alguém que saiba a resposta. Mas essa pessoa também não sabia. Na sorte, Jamal acerta a pergunta. Fica rico e encontra seu grande amor, Latika. No começo do filme é feita a pergunta: “O que faz um rapaz sem interesse no dinheiro num concurso televisivo? E como é que ele sabe todas as respostas? A- Ele trapaceou; B- Ele sabia as respostas; C- Ele é um gênio; D- Estava escrito” E no final do filme, a resposta é revelada.

D- Estava escrito.

Imagem

Eu quis mil vezes desligar a televisão enquanto eu assistia. Provavelmente eu sou muito fresca mesmo, mas se esse filme não toca todas as pessoas que já o assistiram no mundo, Jesus, então o que? Toda a bondade, generosidade, coragem, determinação e vontade de encontrar seu amor, Jamal tem tudo isso em seu coração. Toda a ganancia, inveja, sede de poder, maldade, olá Salim. O desenrolar da história, todas as situações pelas quais os irmãos passaram,  a safadeza que Salim faz com o irmão e Latika, o modo como Jamal é tratado pela polícia, a cara do apresentador quando Jamal ganha, o tão esperado final feliz com Latika, o último ato decente de Salim, até a dancinha no final… Todo mundo devia assistir esse filme uma vez na vida. Foi o melhor filme, porque Jamal é a prova de que você sempre tem escolhas, Jamal é o símbolo da persistência e da esperança, e da força de vontade que alguém pode ter. E que no fim, até mesmo quem fez tudo errado, pode começar a fazer as coisas certas também. E foi o pior filme, porque foi horrível assistir a todas essas desgraças que acontecem na vida dessas pessoas, e que coisas parecidas ou piores acontecem na vida real de outras, parece tão injusto que alguém tenha que passar por todas essas coisas, dizem por aí que coisas ruins acontecem com pessoas boas, mas pelo menos nesse filme coisas boas também.

O filme é merecedor de todas as estatuetas que ganhou. Se existe um filme que pode marcar alguém pra sempre, é esse. Bem, essa foi minha indicação, espero que gostem do filme.

Por: Carolina Alves.