Sutiã apertado

     Amigo do peito é catarro. Ou sutiã. É o que dizem. Ou diziam. Bem, foi o que sempre ouvi. Não sei se concordo. Nem sei se entendo, pra falar a verdade. Catarro é nojento, eca. Vamos falar sobre sutiãs. Ah, que adoráveis, ou frustrantes… Nada melhor do que eles quando se precisa de suporte e segurança. Nada pior do que eles apertados, ou com alças gastas… As marcas vermelhas de desconforto não te permitem esquecer que ele esteve lá quando apertado, e que agora não passa de um chato que vive te lembrando do desconforto que te fez sentir. É mais ou menos por esse caminho a saudade que sinto agora.

    Como um maldito sutiã apertado, a saudade é uma droga. Sugando meus dias e prolongando minhas noites, deixando um aperto no peito sofrido. Saudade de pessoas, dos amigos que eram rotina, e hoje são memória.Todos os dias sentir as marcas me incomoda, embora não sejam visíveis para todos. Enquanto isso eu fico aqui imaginando um jeito de ajustar as alças pra que não doa tanto, não aperte ao ponto de sufocar. Pacientemente esperando a hora do conforto, suporte, e da falta de complicações ou frustrações… O que me resta é estar disposta a continuar seguindo, preparada para o que pode chegar, ou voltar, pelo caminho.

Carolina Alves.

Diário de um Banana.

Esse fim de semana assisti em casa os três filmes existentes, baseados nos livros, Diário de um Banana. Eu assisto qualquer filme que não seja de terror ou suspense, e como não tinha nada pra fazer e estava passando o 2º filme, eu assisti. E achei tão interessante que fui procurar os outros. É tão simples e cotidiano, e engraçado e despretensioso que acho impossível alguém não gostar. Os personagens são tão engraçados e fofos! Meus preferidos foram o Rowley, o Rodrick e o Manny.

filme: Diário de um Banana: Greg Heffley (Zachary Gordon) tem 13 anos de idade e sofre os mesmos problemas que a maioria dos garotos como ele, “normais”, sofrem: não é popular. Com amigos que não estão entre os mais admirados da galera e dividindo os corredores da escola com garotos que são mais altos e já fazem a barba, ele só tem uma certeza: o ensino fundamental é a coisa mais idiota que existe. Mas tem um detalhe: ele registra toda a sua rotina na escola e também com a família em um diário.

Imagem

filme: Diário de um Banana – Rodrick é o Cara: Greg Haffley e seus amigos continuam se metendo em confusão. Só que dessa vez Rodrick, o irmão mais velho de Greg, é quem resolve torturar a molecada. Depois de terríveis aulas de natação, Greg mantem novos planos para se tornar popular: Conquistando a novata, Holly Hills, e se tornar um sucesso da web. Mas não conta com sua mãe que quer unir os irmão e Rodrick que não deixa de atormenta-lo. Mas uma série de confusões faz com que Rodrick leia o diário de Greg sabendo de segredos e o tendo na palma das mãos…

Imagem

3º filme: Diário de um Banana – Dias de Cão: Na trama, Greg enfrenta a epopeia das férias de verão, obrigado a participar de muitas atividades ao ar livre com os coleguinhas.

Imagem

Eu ainda não li nenhum dos livros, embora eu realmente queira. Mas os filmes por si só já me conquistaram. ♥

Fica a dica pra quem estiver sem nada pra fazer. Beijinhos.

Carol.

Here’s To Never Growing Up

Bem, pra quem é fã da Avril Lavigne, uhul, música nova. Pra quem não é, ok. De qualquer forma hoje, no canal da Avril no YouTube, foi liberado o áudio da música Here’s To Never Growing Up, de seu novo trabalho. Bem, eu gosto das músicas dela… Mas aquele último CD quase me fez pular pela janela de tão contrário as minhas expectativas, mas ok, relevemos. Essa música no começo me lembra um pouco Complicated… De qualquer maneira, a letra da música é legal, a música em si é legalzinha, na minha opinião melhor do que as do último CD sem dúvida… E agora é esperar pelo resto das músicas, e torcer pra que algum dia ela volte a fazer músicas mais no estilo dos 2 primeiros CDs. O que acharam da música?

Carol.